Pesquisar este blog

Você quer voltar

Eu sei que por onde você anda
Seus pés se sentem cansados
Teu corpo fadiga
E você se sente incomodada

Já estou exausto
Percorri vários caminhos
Me perdi
Mas meu pensamento ainda te persegue

A doçura que há em teu olhar
O vacilo dos teus passos
Sei que você quer voltar
Você não pode voltar

Vai ter que deixar a tua certeza
Abrir mão da tua promessa
Deixar de ser um exemplo
Se tornar rebelde, mas você quer votar

Eu vou te receber
Mesmo que estejas deserdada
Que não tenha um centavo no bolso
E ainda, esteja suja

Não me importa mais
Abro mão do que você passou
Ignoro seus enganos
Você pode voltar
Eu sei que você quer voltar